Bem-vindo ao nosso Suporte

Faça sua pesquisa digitando palavras-chave abaixo ou veja a nossa base de conhecimento.

*Dica de Pesquisa: Para uma busca mais assertiva adicione a palavra/frase entre aspas ""
Exemplo: "evento S1200"

E308-Procedimento para reclassificação de nota na importação de xml para empresa com regime de lucro presumido

Seguir

Sumário

Sistema: GFC Small / Conemp

Contexto: Este artigo tem como objetivo orientar o usuário em como realizar a Reclassificação de nota na importação de xml para empresa com Regime de Lucro Presumido no sistema GFC Small

Informações Adicionais: O usuário recebeu uma nota com CST 60 para PIS/COFINS (60 - Crédito Presumido - Operação de Aquisição Vinculada Exclusivamente a Receita Tributada no Mercado Interno)

Resolução

Importante: Quando a empresa tem o regime de Tributação – Lucro Presumido, a empresa não faz uso de aproveitamento de créditos do PIS/COFINS, então a mesma deve efetuar a reclassificação informando que não faz uso destes créditos.

1- Acesse: GFC Small > Configurações > Informações Fiscais ou Conemp > Configurações do Sistema > Informações Fiscais

2- Na guia Tabela de Alíquotas ICMS, dentre as parametrizações realizadas  informe o Regime Tributário como 2 -Lucro Presumido

3- Acesse: GFC Small > Compras > Notas Fiscais de Entradas > Importação de NF-e em XML ou Conemp > Compras > Importação de NF-e em XML

4- Clique sobre o arquivo XML e observe que na importação da nota, no quadro Erros, exibe a mensagem que a alíquota para o PIS/COFINS está zerada.

5- Clique em Referências e depois Referências de CST PIS

6- Clique em Novo.

7- Na reclassificação do PIS, informe o código do Fornecedor, o CFOP de saída, a CST do PIS de Saída 60 e a CST para entrada 70 (Operação de Aquisição sem Direito a Crédito), em seguida clique em Salvar.

8- Efetue o mesmo procedimento para o COFINS, com isto, a nota é importada corretamente.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

Comentários